E ontem foi dia de assistir a palestra da especialista em cores da Suvinil, a designer  Tamara Gois. O evento aconteceu em Ipatinga, MG e teve como patrocinadores o grupo Kazza. Prá quem não conhece, o Kazza é uma associação de empresas do ramo da construção civil, que vêm dando uma sacudida nesse setor aqui na nossa região !

Eu, que particularmente amo usar e abusar das cores em meus projetos, adorei a abordagem do assunto, uma vez que o que mais tenho visto durante os últimos tempos é o receio de alguns profissionais pelo medo de errar nas combinações das cores e acabarem por compor aqueles ambientes estilo "branquinho hospital"...

 

Na minha caminhada não só como profissional, mas de vida, sempre me dei bem com as cores (na verdade detesto o "pretinho básico ! kkk, se não for prá chegar causando eu nem vou ! ) E foi dentro desse tipo de visão, que em minha tese de especialização como designer de interiores, desenvolvi  sobre o assunto que trata da “Psicologia Ambiental”, em que pude comprovar que psicologicamente, as cores, dentre outras coisas, são agentes de mudanças e cura para aquela pessoa que está usufruindo de determinado espaço; ou dependendo de como esta cor é empregada, ela também pode agir de forma contrária, provocando doenças...

 

Quer ver uma coisa ? Outro dia, fui levar minha tia para um exame numa clínica aqui em Caratinga, em que o branco era ultra predominante e o excesso de iluminação (pasmem: branca), vinha a acentuar ainda mais o branco do ambiente, com texturas lisas e brilhantes que acabava por piorar ainda mais a situação. Fiquei ali por aproximadamente 1 hora e meia aguardando e saí com dor de cabeça, tamanho era o efeito negativo do uso desta cor, tanto em texturas como em iluminação... Materiais caros desperdiçados em meio à falta de conhecimento... Eu, que em pouco tempo saí com minha cabeça doendo, fiquei imaginando como os funcionários que ali trabalham se sentem ao final do dia (na verdade eu indaguei a eles e acabei por confirmar essa minha fala)...É de enlouquecer qualquer homem são !  

 

Mas os estudos não param por aí, porque como já dizia Cazuza, “o tempo não pára”, e por causa disso, hoje as empresas já estão se preocupando em procurar saber por quais mudanças e situações conflitantes que o mundo vem passando e tentando trazer através daí, o refresco para essas situações, e o resultado destas pesquisas muitas vezes vem a confirmar que a nossa ancestralidade, o nosso conhecimento milenar, inserido no nosso inconsciente coletivo, sempre deve ser lembrado como algo precioso, por exemplo, nossos chacras vitais, segundo a sabedoria indiana, estão ligados a uma cor,  e tamanha é a importância desse conhecimento, que na Inglaterra, desenvolvido pela iogue Clara Baker e pela profissional criativa Nina Ryner,  a modalidade chamada Chromayoga (tratamento de cura que envolve a prática da iôga com a inserção de cores), tem conquistado a atenção de vários clientes que querem utilizar-se do alternativo e saudável como aliado ao alívio das  tensões cotidianas e que podem causar desajustes biológicos no decorrer do tempo...Então, por que não se aprofundar mais no assunto e fazer ambientes impecavelmente bem elaborados, né?

 

Depois disso tudo, vamos falar das novas tendências de cores para 2018/2019 ! ;)   Como a própria Tamara defende (e que eu definitivamente aprovo), não existe uma cor da moda, e sim tendências em função dos momentos e das vivências da sociedade, na verdade são sugestões que a empresa Suvinil dá aos clientes e profissionais de cores e combinações que vão despertar a consciência das pessoas e que eles denominaram:

 

Tendência1

MAGNÉTICO: (Sensibilidade e sutileza. Quando falamos sobre sensações e aquilo que não podemos tocar, somente sentir, estamos falando de magnetismo. Suas cores trazem uma sensação de conforto e inspiram a generosidade)

 

 

 

Tendência2

IDEOLÓGICO: (Representatividade, consciência e empoderamento. Essas são as palavras que descrevem o espírito corajoso da pessoa ideológica. Suas cores são fortes e afirmam seu poder)

 

 

 

Tendência3

NATURAL: (Conexão com a natureza em primeiro lugar. Através de um consumo menos descartável e um estilo de vida mais simples, a pessoa natural busca um convívio social mais saudável. Suas cores são verdes e capazes de unir o urbano com o rural)

 

 

 

Idéias inspiradoras prá compor seu espaço não faltam, né ? Mas antes de tudo, tenha consciência do seu momento, qual é a sensação que você quer ter ao estar dentro do aconchego do seu quarto, ou recebendo seus amigos ? Qual é a impressão que aquele ambiente vai te causar ? Essas indagações junto à profissionais competentes e realmente conhecedores do assunto é que vão te proporcionar um melhor convívio com o seu lugar !

 

 

Muito bom também, foi saber que como profissional estou no caminho certo, procurando sempre a cada dia, fazer vir a tona o que existe de melhor em cada cliente, tentando enxergar o brilho da luz que cada um carrega dentro de si, e que é único !

 

 

 

Confira alguns momentos da palestra:

 

Parabéns ao grupo Kazza e a todos os profissionais envolvidos, por essa iniciativa tão bacana de movimentar nesses tempos de crise o comércio e as relações de parceria da construção civil ! Meu abraço a todos e em especial à IPAutomação que super se empenhou em nos levar até Ipatinga para que pudéssemos participar do evento ! <3

 

 

Please reload

Featured Posts

Arquitetura e eu

April 19, 2014

1/3
Please reload

Recent Posts

July 12, 2016

February 25, 2016

Please reload

Search By Tags
Please reload

Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • LinkedIn App Icon
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square